Desde o avanço das redes sociais no final dos anos 2000, muita gente apostou que blogs eram uma forma de comunicação ultrapassada. Isto porque o sentido de possuir um diário pessoal, normalmente relacionado ao que é blog, tinha sido substituído pelas atualizações em redes como Facebook, Twitter e Orkut.

Só que esta aposta foi erradaHoje eles estão mais fortes do que nunca.

Se você quer construir autoridade e liderança em uma determinada área de atuação, os blogs são o melhor canal para isso. Além disso, eles são pilar fundamental das estratégias de inbound marketing, que estão sendo usadas por cada vez mais empresas no mundo inteiro.

Há empreendedores de diversos segmentos que usam essa modalidade de comunicação para fortalecer a sua marca pessoal, fechar negócios e se desenvolver na área em que atuam.

Neste texto, vou trazer a melhor definição sobre o que é blog, explicar por que você precisa criar um, além de dar dicas de como começar e como ganhar dinheiro com eles.

Você vai ficar fora dessa?

O que é blog?

Blogs são páginas atualizadas com frequência pré-determinada. Espaços onde pessoas e empresas utilizam para compartilhar opiniões e conhecimentos adquiridos em determinada área. Em geral, os textos dos blogs aparecem em ordem cronológica, de modo que o mais recente esteja em primeiro lugar da página.

O termo “blog” vem de “weblog” e foi cunhado em 1997 por Jorn Barger. Já em 1999, o empreendedor Evan Williams (criador do Blogger, Twitter e Medium) começou a usar “blog” como verbo (to blog ou blogar).

Mas foi apenas em 2001 que ele começou a se popularizar. Um dos marcos do início da era deste formato de mídia foi o atentado às Torres Gêmeas em 2001, fartamente detalhado por blogs de pessoas que viviam próximas à região.

Depois de se tornar um fenômeno no início dos anos 2000, parte do público passou a substituí-los por redes sociais. Isso fez com que muita gente acreditasse que a mídia tinha acabado. Não foi o que aconteceu. Ela se profissionalizou e passou a ser parte importante de uma das mais efetivas estratégias de marketing dos dias de hoje: o inbound marketing.

Blogs hoje são considerados canais eficientes para atrair público interessado em determinada demanda e construir reputação em uma área. Isso seja para pessoas, seja para marca.

Por que criar um blog?

A resposta é simples: porque eles são espaços para desenvolver autoridade e liderança em um determinado campo de atuação.

Blogs podem fazer com que você seja conhecido na indústria em que atua ou no nicho mais importante para os seus objetivos profissionais de uma forma poderosa e consistente.

Para se ter uma ideia, duas das principais startups do Brasil, a Resultados Digitais e a Rock Content, devem muito aos seus blogs a reputação que mantém hoje e a carteira de clientes que conquistaram.

Outra vantagem de criar blogs é que eles são absolutamente essenciais para qualquer estratégia de otimização para mecanismo de busca (SEO).

Na hora de escolher páginas para responder a uma determinada pesquisa, o Google prioriza conteúdos que só podem ser criado por meio deste canal.

Escrever blog posts levando em consideração palavras-chaves com um bom volume de busca no Google é uma das principais formas hoje de marketing de uma marca.

Porque eles fazem com que você se torne reconhecido por pessoas que precisam do seu serviço e que de outra forma não o encontrariam.

Além disso, há várias vantagens de criar o blog. Abaixo segue algumas delas:

  • Cria autoridade e liderança para você na sua área;
  • É o principal canal para trabalhar SEO;
  • É uma ferramenta dinâmica;
  • Gera aprendizado;
  • Contribui para que sua empresa tenha resultados constantes;
  • Possibilidade de gerar renda para freelancers e empreendedores;
  • Tem baixo custo de entrada;
  • Estreita o relacionamento com seu público.

Como criar um blog?

Agora que você já sabe as vantagens de se criar um blog, deve estar se perguntando: o que preciso fazer para dar o primeiro passo para criar o meu?

E olha, isso é mais simples do que se pensa.

As plataformas de blog evoluíram tanto do ano 2000 para cá que hoje você não precisa de conhecimentos de programação para começar.

Há quatro possibilidades de começar o seu blog, elas variam entre opções

1. WordPress

O WordPress é a plataforma líder em blogs na internet. Em sua forma mais simples, a “WordPress.com” você pode criar sua página com poucos cliques. Ele possui dezenas de layouts pré-definidos, além da possibilidade de adquirir planos pagos a partir de US$ 4 por mês para ter domínio personalizado e outras vantagens.

Prós

  • Fácil de usar;
  • Tem temas gratuitos bonitos;
  • Nos planos pagos, oferece backup e até possibilidade de receber pagamentos.

Contras

  • Capacidade limitada de personalização;
  • Para ter melhores possibilidades de SEO, é preciso comprar um plano pago;
  • Na versão gratuita, não há possibilidade de ganhar com publicidade.

2. Blogspot

O blogspot é a plataforma online de blogs mais antiga do mercado. É um desdobramento do Blogger, criado por Evan Williams no início dos anos 2000. Ele é hoje propriedade do Google e para ter uma conta lá, basta ter uma conta do gmail ativo. É fácil de utilizar e você pode colocar sua página no ar com poucos cliques.

Prós

  • Fácil de usar;
  • É possível ganhar com publicidade;
  • É SEO friendly
  • Tem boas opções de personalização.

Contras

  • Design fraco dos temas padrão;
  • Personalização exige conhecimento de HTML e CSS;
  • Não oferece backup e nem outras otimizações.

3. Medium

Plataforma de textos criadas pelo Evan Williams (criador do Blogspot e do Twitter), o Medium oferece a possibilidade de você construir uma página pessoal com um design limpo e bonito. Hoje já oferece possibilidades maiores de interação entre autor e leitores, além de opções interessantes de monetização. Tudo de forma gratuita.

Prós

  • Design incrível;
  • Fácil de usar;
  • Possibilidade de monetização (sem adsense, porém).

Contras

  • Opções limitadas de personalização;

Blog hospedado

Um blog hospedado é aquele que você registra o domínio, contrata um servidor e monta ele por conta própria. É a opção que exige maior investimento inicial (embora, ainda assim, seja muito barato) e oferece em troca um ar mais profissional, além da liberdade de definir questões como layout e monetização.

Prós

  • Excelentes possibilidades de customização;
  • Melhor forma para a monetização futura do blog;
  • Ar mais profissional;
  • Liberdade para definir questões técnicas de backup e anaytics.

Contras

  • Exige um investimento inicial maior (algo em torno de R$ 300 por ano);
  • Você precisa ter um conhecimento técnico um pouco maior (ou trabalhar com alguém que tenha).

Qualquer uma das opções acima trazem excelentes benefícios.

Mas se você está começando, tem pouco dinheiro para investir e não tem conhecimento de programação (e nem alguém que possa ajudá-lo), meu conselho é começar pelo Medium ou pelo WordPress.

Caso você possa investir nesta ideia e possua um conhecimento técnico básico, a minha sugestão é que você procure uma hospedagem, adquira um domínio e vá pela opção de blog hospedado.

Como ganhar dinheiro com blog?

É inegável a força dos blogs para construir autoridade sobre um determinado nicho, além da possibilidade de atrair tráfego e atenção para aquilo que você escreve.

Mas uma das principais dores de quem pensa em entrar na área ou daquelas pessoas que já estão atuando nela é como ganhar dinheiro com a ferramenta.

Para marcas, blogs podem ser usados como canal de atração de potenciais clientes, trazendo novas possibilidades de negócio e ampliando o arco de atuação delas.

Para jornalistas, publicitários, profissionais de diversos ramos e empreendedores digitais, blogs podem oferecer ainda boas possibilidades para a geração de renda e, dependendo da estrutura, se tornar um novo negócio.

Para este segundo grupo, há três formas básicas de conseguir renda.

Marketing de afiliados

Como afiliado de produtos digitais (ou não), você recebe uma comissão por indicação de produto que você oferece para os seus leitores. Um dos programas de afiliados mais conhecidos é a da Amazon, que oferece uma porcentagem do valor dos produtos como comissão. Outro programa famoso é o do Hotmart, que permite que você se afilie

Publicidade digital

Outra forma de ganhar dinheiro com blogs é por meio da publicidade digital. Você pode conseguí-la tanto por meio da venda direta de espaço publicitário (banners ou textos patrocinados) ou utilizando plataformas de publicidade. A mais famosa dela é a Adsense, do Google. Ela te paga um valor por impressões ou por cliques, em troca você cede espaços para banners para os clientes da plataforma.

Ter um produto próprio

A terceira maneira de usar seu blog como fonte de renda é de você criar um produto e utilizá-lo como canal de venda. Este produto pode ser um curso, um livro, ou qualquer outra coisa que você possa bolar e que pode ser útil ao público-alvo do negócio que você criou. Esta opção, embora mais trabalhosa, é a que tende a dar o maior retorno no longo prazo.

***

Agora que você já entendeu bem o que é blog, além de saber mais sobre a importância de se manter um, que tal se atualizar sobre inbound marketing?

A estratégia vem se tornando cada vez mais comum no Brasil, mas ainda gera dúvidas. Para te ajudar, escrevi um texto bem informativo sobre o tema. Vale a pena dar uma olhada.

Mostrar ComentáriosClose Comments

Comentários

%d blogueiros gostam disto: