Pesquisar
Close this search box.
Pesquisar
Close this search box.

Oi, me chamo Fábio. Leia meus textos e minhas ideias abaixo.

Assine a minha newsletter sobre IA e fique por dentro das novidades.

Sobre mim

Você já sabe, eu me chamo Fábio e provavelmente intui que essa é a minha melhor foto, não é mesmo? Se pensou isso, é verdade. É uma foto para eu aparecer bonitinho para você no meu blog e para te chamar para tomar um café comigo e contar um pouco da minha história.

Pegou o café? Sim? Então vamos lá:

Eu nasci no ano do dragão de 1988 (fãs de Bruce Lee vão entender a referência) e sonhava em ser jogador de futebol, mas não vim ao mundo bom de bola.

Aos 12, decidi que queria ser músico. Guitarrista de banda de rock. Comprei as revistinhas de cifras, numa época em que o Google não existia, e fui surpreendido: nasci completamente desprovido de ritmo.

Demorei um pouquinho, mas entendi que meu negócio não era bola e nem música.
Era computador. E escrever. Cresci fascinado com a tecnologia do Pentium 2 que eu tinha em casa e pela poesia e ritmos dos textos que lia nos livros do Garcia Márquez.

Posso dizer sem medo que capinei mato na internet. Estou por aqui desde o ano 2000. Primeiro no ICQ, depois no mIRC, Blogger, Fotolog, MSN, Orkut. E por último, participei ativamente da revolução que veio com os aplicativos das redes sociais. Facebook, Twitter, Instagram, Snapchat, Tiktok.

Se a minha trajetória acadêmica me levou para o jornalismo, a minha curiosidade me trouxe para a tecnologia. Programava blogs para escrever os meus textos, ali em 2008. Fiz meu primeiro site em 2010 e posso dizer que cresci junto com o WordPress nesses últimos 14 anos.

Por isso, naturalmente, migrei do jornalismo para a tecnologia. Foquei no marketing digital. Em 2013 fui contratado profissionalmente pela primeira vez para a área, para gerenciar as redes sociais da Prefeitura do Natal. Na época, também fundei um guia cultural (usando, claro, o WordPress), e minha vida profissional deu uma guinada. Comecei a minha carreira na área que trabalho até hoje.

Fiz cursos. Um monte deles. Aprendi sobre funil de vendas. Passei a amar o Philip Kotler. Achei o marketing uma ferramenta incrível para mudar as empresas e pessoas. Depois me especializei naquilo que sempre tive facilidade: na parte técnica do digital.

Me especializei em SEO e cresci com o tráfego pago e passei a entender mais de código e continuei vendendo sites ainda melhores. Consegui certificações importantes (SemRush, Google Ads, Udacity…), trabalhei em startups, atendi empresas de todos os níveis (dos microempreendedores até as grandes), evoluí na área.

Em novembro de 2022, fiquei impressionado com uma inovação tecnológica: o ChatGPT. A partir disso, tomei uma decisão: vou trabalhar com isso.

Desde então, me dedico a estudar: completei alguns cursos (abaixo, o certificado do melhor que fiz), sigo no andamento de outros e utilizo a IA generativa com frequência no meu dia a dia.

 



Acredito que ela representa um novo marco na nossa relação com a tecnologia, com potencial de ser mais revolucionária do que a internet que vi crescer.

Sim, estou no time que aposta que a IA vai fazer parte de forma ainda mais ativa das nossas vidas nos próximos anos. Vai mudar a nossa relação com o trabalho. Vai mudar a forma como a nossa sociedade se organiza. É um caminho sem volta. Um caminho que quero ajudar a pavimentar.

Por compartilhar minhas descobertas com IA, retomei esse blog. E também estou fazendo alguns testes para voltar com a newsletter. A ideia aqui é compartilhar aprendizados, prompts, conceitos que julgo importantes.

Mas pode ficar tranquilo, meu uso da inteligência artificial será focado em revisar meus textos (aliás, tenho uma ótima dica sobre isso aqui). A escrita criativa fica por minha conta. Se houver texto gerado por IA, haverá um aviso claro sobre isso.

Então é isso, espero que o seu café continue quentinho (se quiser chamar para dividir, estou aqui).

Agora, eu convido você a explorar os textos, participar com seus insights e navegar comigo nesse mundo de novidades que a inteligência artificial generativa nos traz.

Sua participação é fundamental para construirmos uma comunidade vibrante.

Espero que goste do textos daqui.