Curso de Marketing Digital da Udacity vale a pena?

O curso de Marketing Digital da Udacity vale a pena? [2]

Em maio este ano, escrevi um texto sobre o Nanodegree de Marketing Digital da Udacity.

O curso é novo do Brasil e chegou por essas bandas com uma estratégia de divulgação agressiva, o que resultou em centenas de estudantes, milhares de interessados e em uma dúvida: será que ele vale a pena?

O texto que escrevi em maio reunia minhas impressões até ali.  Naquele momento eu estava na metade do curso e pontuei aspectos positivos e negativos da minha experiência.

À época, disse que escreveria ao terminá-lo. Eu concluí o Nanodegree no dia 22 de agosto, quatro meses depois do início.

Mas e aí, o curso da Udacity vale a pena?

Minha resposta é sim.

A experiência geral do curso foi, para mim, mais positiva do que negativa.

Embora muito do que foi ensinado esteja disponível de forma gratuita na internet e pode não ser novidade para quem já trabalha com marketing digital, a contribuição da Udacity está na sistematização deste conteúdo.

A didática prioriza as boas práticas dos elementos fundamentais para a área: planejamento, produção de conteúdo, redes de busca, publicidade em redes sociais e análise de dados.

Todo este conteúdo é dividido em módulo. E, ao final de cada módulo, você trabalha um projeto onde põe em prática o conhecimento adquirido.

Os projetos são avaliados por profissionais da empresa e, depois de aprovado, o módulo é concluído.

Os projetos da Udacity

A ideia de trabalhar projetos reais é boa, apesar da polêmica que isso gerou em algumas turmas.

Os projetos do Nanodegree são feitos para a própria Udacity e alguns alunos acusam a instituição de fazê-los pagar para trabalhar para a empresa.

Não vi desta forma. Até porque há o risco de algum estudante cometer um erro – como já aconteceu – e a instituição ser mais prejudicada do que beneficiada.

Acredito, porém, que seria melhor se os projetos dos módulos fossem feitos para startups ou pequenas empresas com orçamento mais limitado. Isto garantiria uma experiência mais “real” de como o mercado funciona para a maior parte das pessoas.

Problema do atraso da entrega das correções dos projetos, que citei no primeiro texto, foi resolvido.  O programa de mentoria começou a ficar melhor estruturado e o fórum começou a funcionar melhor para os alunos que têm dúvidas.

Mas então, este curso é para mim?

Depende.

Se você quer entrar no mundo do marketing digital e tem paciência para estudar e aprender as melhores práticas, de uma forma estruturada, você vai tirar um bom proveito do Nanodegree.

Ele vai te ajudar muito a entender um pouco mais sobre as principais metodologias do marketing digital hoje e vai te formar como um profissional para atuar na área.

Caso você já atue na área, pode ser melhor que você faça uma avaliação mais ampla sobre a real necessidade do investimento.

Isso porque, embora estruture bem o conhecimento e as práticas, muitos dos módulos podem ser repetitivos e não apresentar nenhuma novidade para quem já trabalha profissionalmente na área.

Call to action

E aí, você fez o curso e quer acrescenter algo? Se você tem algo a acrescentar ou quer tirar dúvidas, basta comentar abaixo ou me mandar uma mensagem no Facebook ou LinkedIn.

 

Deixe uma resposta