Jornais empilhados em uma banca

Como as assessorias de imprensa são preciosas em uma estratégia de marketing digital

É impossível pensar um trabalho de comunicação para uma marca ou para um cliente específico sem pensar em marketing digital.

Afinal, as redes sociais são uma força que podem, sem intermediação de órgãos de imprensa tradicionais, fazer sua mensagem chegar a milhares de pessoas.

Estratégias de marketing de conteúdo podem ligar a sua marca diretamente com o leitor, sem intermediários, conquistando maior relevância e autoridade para seu público.

É neste contexto todo que fica pergunta: como as assessorias de imprensa podem se aproveitar dessa tendência, mostrar o seu valor e serem instrumentos preciosos na estratégia de divulgação dos seus clientes?

De duas formas, por meio da geração de mídia espontânea dentro de uma estratégia de marketing e, também, por meio de técnicas de otimização em mecanismos de busca (SEO).

1 – Geração de mídia espontânea

A atração de mídia espontânea, ou no jargão do Marketing Digital, “earned media” é fundamental para a marca que se esforça em ser conhecida para o seu público.

Uma boa estratégia de assessoria de imprensa facilita – e deixa mais barato – a necessidade da empresa em passar pelas fases de consciência, interesse e desejo na jornada de compra.

Mas é preciso, claro, saber como trabalhar isso. Uma estratégia sólida tem de focar em valores exclusivos da marca, sob o risco de a ação passar despercebida pelos órgãos de imprensa.

Vamos, por exemplo, imaginar o trabalho de divulgação de um recém-aberto e-commerce especializado em um determinado tipo de bebida na internet. Digamos que vende tipos diferentes de cachaça.

Para utilizar a assessoria de imprensa de forma bem-sucedida, é preciso capturar algo que coloque em foco o que Jonah Berger do livro “Contagious: Why Things Catch On” chama de “inner remarkability” ou, em tradução livre, “singularidade interna” da marca.

Uma coisa legal, por exemplo, seria se esse e-commerce organizasse um divertido quiz nas redes sociais sobre os tipos de cachaça e oferecesse um voucher generoso em compras para os vencedores.

Uma boa assessoria de imprensa se aproveita deste tipo de estratégia para conseguir espaço em blogs e em sites, levando mais gente para dentro da jornada de compra do cliente e potencializando a ação.

É claro, ela precisa estar em sintonia com a estratégia geral de marketing, inclusive em saber quais as personas da marca e quais os veículos de imprensa elas mais usam para informar.

2 – Em harmonia com o SEO

Outra ação fundamental para as assessorias de imprensa é entender um pouco mais sobre otimização dos mecanismos de busca (SEO).

As últimas mudanças que o Google fez em seu algoritmo tende a beneficiar sites com maior autoridade de domínio. E um dos fatores fundamentais para que um site ganhe autoridade é a quantidade de backlinks que ele tem.

Para quem não é familiarizado com o conceito, backlinks são links que o seu site (ou do seu cliente) recebe de outras páginas da internet. Quanto maior a autoridade de um site que aponta um link para você, mais pontos você ganha.

Sites de notícia geralmente têm muita autoridade e quando eles divulgam um link seu, eles ajudam na construção da autoridade do seu site e, consequentemente, afeta positivamente as chances de ele ser achado numa pesquisa do Google.

Você pode ajudar muito seu cliente conseguindo que esses sites de notícia gerem link apontando para o domínio do seu cliente.

Procurar espaço onde seu cliente possa fazer um “guest post” na imprensa tradicional também é importante.

Guest post é um termo do jargão do marketing, que na linguagem de jornalismo é algo parecido como um “artigo de opinião” (op-ed, em inglês).

É claro que isso só fará sentido, em termos de SEO, se o artigo for publicado na internet com o link do site do seu cliente. Pensar em um bom artigo, que realmente engaje a audiência daquela publicação, é obrigação, né? Então não deixe isso passar.

Conheço histórias de assessorias de imprensa que se preocupam com palavras chaves na hora de escrever e enviar os releases.

Não sei o quanto esse tipo de estratégia pode ser eficiente, já que um release normalmente não é publicado no site do cliente e a estrutura de texto jornalístico é diferente das estruturas recomendadas para textos otimizados para mecanismo de busca.

Então é algo que vale avaliar.

Bem, é isso. As assessorias de imprensa são sim fundamentais para uma boa estratégia de marketing digital. Você gostou das sugestões? Conhece outra forma como as assessorias podem ajudar? Comenta abaixo. Será muito bom ler a sua opinião.

 

Deixe uma resposta