Categorias
Notícias

Como descobrir se os seus dados pessoais vazaram na internet?

Vazamento de dados na internet tem ocorrido com uma alta frequência nos últimos anos.

Na semana passada, por exemplo, mais de 773 milhões de emails vazaram junto com 20 milhões de senhas. Esse material estava a disposição de hackers em fóruns na internet e pode ter sido usado para ações maliciosas.

Até o Facebook já sofreu com vazamentos deste tipo. Isso reforça a necessidade das pessoas em manter senhas cada vez mais seguras, além do cuidado que é necessário na hora de compartilhar informações na internet.

Para saber se você foi vítima e se sua senha foi comprometida, o site Have I Been Pwned faz a pesquisa para você. Ele mostra tanto se o seu email apareceu na base de dados de hackers, quanto a sua senha.

Não sabe como fazer a pesquisa? Abaixo eu te mostro.

Como descobrir se seu email e senha vazaram?


O primeiro passo para descobrir é acessar o Have I Been Pwened.

Ao entrar no site, vai aparecer a tela abaixo. Basta digitar o endereço email que o sistema vai executar a verificação.

site have i benn pwned

Caso ele esteja presente em algum vazamento, a tela abaixo vai aparecer:

pwned

Já se tiver tudo ok, a tela será um pouco diferente:


not pwned

Vale lembrar que esta verificação indica se o seu endereço de email vazou e em qual vazamento ele apareceu. Isso não significa necessariamente que a sua senha tenha vazado.

O Have I Benn Pwned também verifica se a sua senha vazou. Ele checa mais de 550 milhões de senhas vazadas e verifica para você se uma combinação é ou não é segura para ser usada.

O processo é semelhante a do email. Basta acessar esta página e, em seguida, digitar uma senha.

password pwned

Caso ela já tenha sido vazada, o site vai mostrar o seguinte aviso:

pwned passwords

Note que ele mostra em quantos vazamentos a senha apareceu. Isso indica o quão insegura é a senha. Neste caso é essencial que você troque as suas credenciais de segurança o mais rápido possível.  Provavelmente, você está em risco.

Já se estiver tudo certo, a tela que vai aparecer é a seguinte:

 

O que fazer caso você tenha sido vítima?

Primeiro, não se desespere. O seu email aparecer em listas de vazamentos é algo até normal de acontecer, principalmente se for um endereço antigo e que já é usado em várias contas há alguns anos.

O importante é fazer alterações frequentes em sua senha. O ideal é fazê-lo a cada um ano (ou menos) para garantir que seus dados e acessos estejam sempre seguros.

Além disso, para evitar maiores dores de cabeça, você pode:

  • Utilizar autenticação em dois fatores
  • Usar um gerenciador de senhas

A autenticação em dois fatores, quando ativada, envia uma mensagem para o seu celular com uma sequencia de números. Eles serão necessários para aprovar o acesso ao serviço. Esta solução oferece mais uma camada de segurança para você.

Algo que é essencial também é utilizar um gerenciador de senhas. Ele é um software que usa criptografia para guardar as suas senhas a no seu computador e as usa automaticamente quando você precisa utilizar um serviço.

Além de manter seus dados seguros, ele facilita o processo de lembrar e digitar uma senha sempre que você for acessar um determinado serviço.

O mais famoso deles é o 1Password. Ele oferece uma solução completa para você administrar as suas senhas e modificá-las sempre que possível.

O lado ruim dele: é pago e cobrado em dólar. Há um plano de US$ 3 por mês, cobrado anualmente (U$ 36/ano). Existe a opção “família” que você gera cinco licenças a US$ 60/ano, a vantagem desta é que dá para dividir o valor entre 5 pessoas.

Tem também uma opção gratuita: o famoso Avast Anti-Vírus tem um gerenciador gratuito de senhas. Nele, você guarda as suas senhas e ele sincroniza automaticamente no navegador. É uma boa opção para você começar a se proteger desses vazamentos.

Conclusão

Problemas de segurança na internet estão ficando cada vez mais comuns, mas há formas de você garantir a sua proteção e ter mais segurança quanto ao vazamento dos seus dados.

Ações como o uso da autenticação em dois fatores e investir em um bom gerenciador de senhas são medidas que vão evitar maiores dores de cabeça quando grandes vazamentos como o da última semana ocorrer. Caso você ainda não configurou suas senhas do Facebook e do Google, é fundamental fazê-las o quanto antes.

Gostou do texto? Se você quiser receber artigos relevantes sobre comunicação e marketing digital semanalmente no seu email, assine a minha newsletter! É gratuita e vale (MUITO!) a pena.

Por Fábio Farias

Jornalista, especializado em Marketing Digital com ênfase em produção e gestão de conteúdo para blogs e SEO. Tem mais de 5 anos de experiência na área, tendo ajudado pessoas e marcas a melhorar a sua presença digital. É palmeirense. Adora um café quentinho, mas odeia azeitona.

2 respostas em “Como descobrir se os seus dados pessoais vazaram na internet?”

Comentários